Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Paixão por Lisboa

Espaço dedicado a memórias desta cidade

Paixão por Lisboa

Espaço dedicado a memórias desta cidade

Tollan

"Esta manhã, frente ao Jardim do Tabaco"
"Quatro mortos no Tejo num choque entre cargueiros"
Estes eram os títulos do "Diário de Lisboa", de 16 de Fevereiro de 1980, que noticiavam o acidente entre o porta contentores Tollan, de bandeira britânica e o navio sueco Barranduna. As causas apontadas nesse dia para o ocorrido, foram o denso nevoeiro, e o excesso de carga por parte do Tollan.
A 3 de Dezembro de 1983, três anos e oito meses e meio depois, o Tollan, voltava à sua posição natural com a "ajuda" de uma empresa alemã, pela qual o estado desembolsou na altura, qualquer coisa como 128 mil contos (640.000 euros).
Entre as duas datas, o Tollan tornou-se roteiro turístico, tema de anedotas, e mesmo nome adoptado por alguns estabelecimentos.

Pormenor de uma fragata em redor dos destroços do

Pormenor de uma fragata em redor dos destroços do navio MV Tollan, naufragado ao largo da doca do Jardim do Tabaco em Lisboa, a 16 Fevereiro 1980. ALFREDO CUNHA-LUSA PRT Lisboa LUSA © 2008 LUSA - Agência de Notícias de Portugal, S.A.

Marinheiro observa os destroços do navio MV Tolla

Marinheiro observa os destroços do navio MV Tollan, naufragado ao largo da doca do Jardim do Tabaco em Lisboa, a 16 Fevereiro 1980. ALFREDO CUNHA-LUSA PRT Lisboa LUSA © 2008 LUSA - Agência de Notícias de Portugal, S.A.

Operação do resgate dos corpos das vítimas do n

Operação do resgate dos corpos das vítimas do naufrágio do navio Tollan, no rio Tejo, em Lisboa, depois de embater contra o navio sueco Barraduna, há três dias. Lisboa, 19 de fevereiro de 1980 Manuel Moura-LUSA PRT LISBON LUSA © 2007 LUSA - Agência de Notícias de Portugal, S.A.

Tollan, Um cacilheiro que fazia a ligação de Lis

Tollan, Um cacilheiro que fazia a ligação de Lisboa a Cacilhas, encalhado nas amarras, naufragado no Tejo, a 22 de outubro de 1980 Alfredo Cunha - Lusa PRT Lisboa LUSA © 2012 LUSA - Agência de Notícias de Portugal, S.A.

Tollan, 3 de Dezembro de 1983, Arquivo Lusa.jpeg

Tollan, 3 de Dezembro de 1983, MANUEL MOURA - LUSA PRT LISBON LUSA © 2007 LUSA - Agência de Notícias de Portugal, S.A.

Tollan, 3 de Dezembro de 1983, MANUEL MOURA - LUSA

Tollan, 3 de Dezembro de 1983, MANUEL MOURA - LUSA PRT LISBON LUSA © 2007 LUSA - Agência de Notícias de Portugal, S.A.

Convento de Santa Teresa de Jesus

O Convento de Santa Teresa de Jesus, em Carnide foi fundado em 1642 pela Princesa Micaela Margarida, filha de Rodolfo II, imperador Austríaco, e era destinado às freiras carmelitas descalças.
A princesa e madre Micaela Margarida, morre no convento em 1663, e aí foi sepultada.
A infanta D. Maria filha natural de D. João IV, foi educada neste convento, para onde entrou de pouca idade, em 1649. Ali viveu recolhida até 1693, ano de sua morte, mas sem professar. Também ela aí foi sepultada. Esta infanta mandou reedificar a igreja e o mosteiro, que alargou, dotando-o com muitas rendas para a sua manutenção e enriquecendo-o com jóias valiosas.
Neste convento realizou-se a cerimonia, na presença da família real e da corte, do reconhecimento da mesma infanta D. Maria como filha de D.João IV.
Em 1891, com a morte da última religiosa, Madre Matilde Maria de São José, o convento de Carnide encerra as suas portas e o Estado toma posse do edifício.
A 13 de Julho de 1913, depois de algumas reparações, inaugurou-se neste convento a Albergaria de Lisboa, cerimónia, presidida pelo Chefe de Estado, Manuel de Arriaga, acompanhado de outras individualidades.
Em 1929 o Reverendo José Governo compra o edifício para aí instalar o Asilo de Velhinhas de Palhavã.
Em 1949 o convento passa a ser propriedade da Confraria de São Vicente de Paulo.

Convento de Santa Teresa de Jesus, 1945, foto de E

 Igreja do Convento de Santa Teresa de Jesus, 1945, foto de Eduardo Portugal, in a.f. C.M.L.

Convento de Santa Teresa de Jesus em Carnide, pain

Convento de Santa Teresa de Jesus em Carnide, painel de azulejos, 1960, foto de Armando Serôdio, in a.f. C.M.L.

Convento de Santa Teresa de Jesus em Carnide, pain

Convento de Santa Teresa de Jesus em Carnide, painel de azulejos, 1960, foto de Armando Serôdio, in a.f. C.M.L.

Convento de Santa Teresa de Jesus em Carnide, pain

Convento de Santa Teresa de Jesus em Carnide, painel de azulejos, 1960, foto de Armando Serôdio, in a.f. C.M.L.

Convento de Santa Teresa de Jesus em Carnide, pain

Convento de Santa Teresa de Jesus em Carnide, painel de azulejos, 1960, foto de Armando Serôdio, in a.f. C.M.L.

Convento de Santa Teresa de Jesus, alpendre da por

Convento de Santa Teresa de Jesus, alpendre da portaria, anos 50, foto de Eduardo Portugal, in a.f. C.M.L.

Convento de Santa Teresa de Jesus, em Carnide, c.

Convento de Santa Teresa de Jesus, em Carnide, c. 1960, foto de Arnaldo Madureira, in a.f. C.M.L.

N1245_0005_branca_t01.jpg

O Ocidente : revista ilustrada de Portugal e do estrangeiro, N.º 1245 ( 30 Jul. 1913 )

N1245_0005_branca_t02.jpg

 O Ocidente : revista ilustrada de Portugal e do estrangeiro, N.º 1245 ( 30 Jul. 1913 )

Mais sobre mim

foto do autor

Calendário

Fevereiro 2017

D S T Q Q S S
1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728

Pesquisar

 

Visitante

Tradutor

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D