Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Paixão por Lisboa

Espaço dedicado a memórias desta cidade

Paixão por Lisboa

Espaço dedicado a memórias desta cidade

Os blogs e os seus autores, parte II

Já por aqui tinha feito referência ao caso, um suposto e auto-denominado sítio de "ensino", que também é possuidor de uma página no "facebook", não passa de um embuste.
Tinha eu iniciado as minhas divulgações neste canto, há coisa de um mês, quando fui confrontado com a qualidade de "ensino" do referido sítio. Cópias integrais de artigos e fotos por mim tratadas e compiladas.
Trabalho para quê? Isto está na "internet", logo é de todos, é o que muitos dirão. O problema dos direitos de autor vem de longe, e não se esgota neste caso. Feita a denúncia da situação, foi o referido sítio encerrado pelas autoridades competentes na matéria.
De nada serviu ao intrujo, o aviso. Mudando de plataforma, mas ostentando o mesmo nome, lá vão quais abutres, rapinando as suas presas. Não, não é só a mim, mas a vários sítios que vou acompanhando, os quais vão sendo diariamente sugados do seu trabalho.
Nesta nova plataforma, já por mim foram denunciadas e posteriormente apagadas (pela mesma entidade fiscalizadora), vários artigos que tinham "voado" para tal sítio. Agora constato, através da página que os referidos "autores" possuem no "facebook", que o desplante de rapinar, foi suplantado através da adulteração de fotos, por mim manipuladas, para publicação de uma página pessoal, que também disponho no "facebook", para divulgação deste meu espaço.
A pesquisa demora tempo, é necessário saber o que se procura e onde, acresce a isto, o facto de por uma questão de principio, se nomear os autores do trabalho que não foi o nosso. É por isso que os meus artigos sempre referiram as fontes e os autores, que utilizo nas minhas publicações, não é o caso destes "abutres", que não se dando ao trabalho de investigarem por conta própria, se aproveitam do trabalho de outros, para assim poderem manter os referidos sítios de "ensino".

Seguem-se as ligações de tais "instrutores":

https://portugalmemoria1143.wordpress.com/

https://www.facebook.com/portugalmemoria/?fref=ts

https://plus.google.com/+PortugalmemoriaBlogspotCLA

0001_M.jpg

A legenda do Arquivo é: Quiosque do Largo de Alcântara, com a data de 1966, Casa Fotográfica Garcia Nunes. O ano da inauguração da ponte foi 1966, e como se pode ver a ponte ainda estava em construção não sendo a data correcta.

17192597_485759568480739_1296119320789899740_o.jpg

Quiosque do Largo de Alcântara,ao fundo a ponte em fase de conclusão 1965, Casa Fotográfica Garcia Nunes, in a.f. C.M.L.. Publicada por mim, em 13 de Março, às 00:06 H, em https://www.facebook.com/aPaixaoporLisboa/

17311365_1737650739859027_2656803670551551685_o.jp

No caso a foto com a referência à página de onde foi retirada tapada, e com a minha legenda, publicada em 13 de Março às 09:58 H, na referida página.

0001_M (1).jpg

 A legenda do Arquivo é: Mercado da Primavera, com a data de 1970, Casa Fotográfica Garcia Nunes.

17240271_485069971883032_760351277009086060_o.jpg

Mercado da Primavera, 1970, foto de Casa Fotográfica Garcia Nunes, in a.f. C.M.L.. Publicada por mim, em 12 de Março, às 01.43 H, em https://www.facebook.com/aPaixaoporLisboa/

17358829_1738737723083662_4238889350563472352_o.jp

No caso a foto com a referência à página de onde foi retirada ainda visível, e com a minha legenda, publicada hoje, enquanto eu escrevia este artigo, na referida página.

As publicações acima referidas, que foram apagadas estão nesta publicação de 5 de Março de 2016 - http://paixaoporlisboa.blogs.sapo.pt/os-blogs-e-os-seus-autores-13686

Passado um ano continuam sem ser criativos, a ter que copiar, e roubar o trabalho dos outros.

 

A bênção dos bacalhoeiros

Localizado junto à Estação Fluvial de Belém, o Parque das missas foi, no decorrer do século XX, utilizado como local de bênção dos bacalhoeiros, onde se rezavam missas para os pescadores que dali partiam para a Terra Nova.
A bênção dos bacalhoeiros, era uma festa popular celebrada anualmente, com o fim de abençoar embarcações, e respectivas tripulações no momento da partida para a Terra Nova e Gronelândia.

Benção dos bacalhoeiros em Belém, foto de Antó

Benção dos  lugres bacalhoeiros em Belém, anos 40, foto de António Passaporte, in a.f. C.M.L.

Benção dos bacalhoeiros, procissão, anos 40, fo

Benção dos bacalhoeiros, procissão, anos 40, foto de Ferreira da Cunha, in a.f. C.M.L.

Benção dos bacalhoeiros, anos 40,.jpg

 Benção dos bacalhoeiros, anos 40, foto de Ferreira da Cunha, in a.f. C.M.L.

Navio hospital Gil Eanes, destinado ao apoio dos b

Navio hospital Gil Eanes, destinado ao apoio dos bacalhoeiros, s/d, foto de casa fotográfica Garcia Nunes, in a.f. C.M.L.

Lugre Adélia Maria.jpg

Lugre bacalhoeiro, Adélia Maria, s/d, foto de casa fotográfica Garcia Nunes, in a.f. C.M.L.

Lugre Condestável.jpg

Lugre bacalhoeiro Condestável, s/d, foto de casa fotográfica Garcia Nunes, in a.f. C.M.L.

Lugre Coimbra.jpg

Lugre bacalhoeiro Coimbra, s/d, foto de casa fotográfica Garcia Nunes, in a.f. C.M.L.

 

 

Mais sobre mim

foto do autor

Calendário

Março 2017

D S T Q Q S S
1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031

Pesquisar

 

Visitante

Tradutor

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D