Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Paixão por Lisboa

Espaço dedicado a memórias desta cidade

Paixão por Lisboa

Espaço dedicado a memórias desta cidade

Vistas de Lisboa e Sintra, por Rocchini, anteriores a 1868

Álbum sobre Lisboa e Sintra, 27 fotos, provas em albumina, de Francesco Rocchini, photographo
Data provável segundo dedicatória «Offerecido à Exma. Senha. D. Catharina Rita Caldas em 28 de Abril de 1868» na folha de guarda
in http://purl.pt/25802

Vêm acompanhadas das seguintes legendas
F. 1: Praça do Comércio . - F. 2: Praça e monumento de Luís de Camões . - F. 3: Palácio da Pena . - F. 4: Castelo dos Mouros . - F. 5: Vila da Sintra e palácio da Vila . - F. 6: Panorâmica de Lisboa com Igreja da Estrela e cemitério dos Prazeres . - F. 7: Panorâmica de Lisboa com cemitério dos Prazeres . - F. 8: Igreja da Estrela . - F. 9: Igreja da Memória . - F. 10: Torre de Belém . - F. 11: Mosteiro dos Jerónimos . - F. 12: Mosteiro dos Jerónimos – portal sul . - F. 13: Teatro de D. Maria II . - F. 14: Teatro da Trindade . - F. 15: Palácio das Necessidades . - F. 16: Palácio da Ajuda . - F. 17: Palácio da Ajuda . - F. 18: Aqueduto das Águas Livres . - F. 19: Panorâmica da Baixa – Rossio, praça da Figueira até à Igreja da Estrela . - F. 20: Praça do Comércio e rio Tejo . - F. 21: Baixa e rio Tejo . - F. 22: Baixa e rio Tejo . - F. 23: Panorâmica de Lisboa tirada da Sra do Monte . - F. 24: Panorâmica de Lisboa tirada da Sra do Monte . - F. 25: Panorâmica de Lisboa tirada da Sra do Monte . - F. 26: Panorâmica de Lisboa tirada da Sra do Monte . - F. 27: Panorâmica de Lisboa tirada do Castelo S. Jorge

f 1.jpg

 

F. 1 -  Praça do Comércio

f 2.jpg

F. 2 - Praça e monumento de Luís de Camões

f 3.jpg

F. 3 - Palácio da Pena

f 4.jpg

F. 4 - Castelo dos Mourosf 5.jpg

F. 5 - Vila da Sintra e palácio da Vila

f 6.jpg

F. 6 - Panorâmica de Lisboa com Igreja da Estrela e cemitério dos Prazeres

f 7.jpg

F. 7 - Panorâmica de Lisboa com cemitério dos Prazeres

f 8.jpg

F. 8 - Igreja da Estrela

f 9.jpg

F. 9 - Igreja da Memória

f 10.jpg

F. 10 - Torre de Belémf 11.jpg

F. 11 - Mosteiro dos Jerónimos

f 12.jpg

F. 12 - Mosteiro dos Jerónimos – portal sul

f 13.jpg

F. 13 - Teatro de D. Maria IIf 14.jpg

F. 14 - Teatro da Trindade

f 15.jpg

F. 15 - Palácio das Necessidades

f 16.jpg

F. 16 - Palácio da Ajuda

f 17.jpg

F. 17 - Palácio da Ajuda

f 18.jpg

F. 18 - Aqueduto das Águas Livres

f 19.jpg

F. 19 - Panorâmica da Baixa – Rossio, praça da Figueira até à Igreja da Estrela

f 20.jpg

F. 20 - Praça do Comércio e rio Tejo

f 21.jpg

F. 21 - Baixa e rio Tejo

f 22.jpg

F. 22 - Baixa e rio Tejo

f 23.jpg

F. 23 - Panorâmica de Lisboa tirada da Sra do Monte. ( Isto é o que diz a legenda, quanto a mim mal legendada, pois, esta, é uma vista tirada do Castelo de S. Jorge )

f 24.jpg

F. 24 - Panorâmica de Lisboa tirada da Sra do Monte. ( Mais uma vista, tirada do Castelo de S. Jorge, repare-se como fica frontal o Convento e as Ruínas da Igreja do Carmo )

f 25.jpg

F. 25 - Panorâmica de Lisboa tirada da Sra do Monte. ( Esta, é uma vista tirada do Castelo de S. Jorge, repare-se no Hospital de S. José, que visto da Sra do Monte, não consegue ver a fachada sul do edifício, que nesta vista é a mais presente )

f 26.jpg

F. 26 - Panorâmica de Lisboa tirada da Sra do Monte. ( Mais uma vez, uma imagem impossível  de obter da Sra do Monte, no canto inferior direito podemos observar a antiga Igreja do Socorro, com o Hospital de S. José, mesmo por trás, e, à direita, na parte central da imagem, o Hospital do Desterro )

f 27.jpg

F. 27 - Panorâmica de Lisboa tirada do Castelo S. Jorge

folha.jpg

Folha de guarda, com dedicatória «Offerecido à Exma. Sra. D. Catharina Rita Caldas em 28 de Abril de 1868»

Aqueduto das Águas Livres

"Posto que o famoso aqueducto das Aguas-livres tenha em toda a sua extensão,
que é de tres legoas, 127 arcos de reforçada cantaria, os que se consideram
como obra prima de architectura são os 35 que atravessam a ribeira de
Alcantara...O maior, chamado por antonomasia o <<arco grande>> tem 77m,22de
altura, e 33m,36 de vão. Este arco é admirado por todos os estangeiros que
visitam aquelle monumento, e vem especialmente descripto como obra singular
nas <<Memorias da academia de sciencias de Paris>> anno de 1772, e em muitas
obras dos sabios e viajantes que tem vindo a Portugal...o aqueducto das Aguas-
livres é em fórma de corredor ou mina artificial de 1m,54 de largura, e 2m,90
de altura. tem no meio um passeio de 66 centimetros, todo de finissimo lagedo;
e de cada lado um encanamento em marmore com 33 centimetros de boca e 28 de
alto, recebendo ambos 42 manilhas de agua.
O aqueducto geral, propriamente dito, tem 18k,423 de extensão. As minas de
todas as nascentes, contando com a obra nova do sitio da Buraca, deitam a
10k,510. E todos os aqueductos e minas de Lisboa e termo excedem a 43k,200 ou
7 legoas.
O risco d'esta grande obra, até ao monte chamado das Tres Cruzes, foi do
brigadeiro Manuel da Maia;e d'ahi até Lisboa, do sargento-mór Custodio Vieira.
Importou em mais de 13 milhões de cruzados..."
ARCHIVO PITTORESCO, semanario illustrado, nº 6, 1863,

in Hemeroteca Digital Lisboa

Passeio dos Arcos no Aqueduto das Águas Livres 19

Passeio dos Arcos no Aqueduto das Águas Livres, 1912, foto de Paulo Guedes, in a.f. C.M.L

purl 25957.jpg

Plano e elevação geométrica do grande arco das águas livres em Lisboa
http://purl.pt/25957

purl 4970.jpg

Perspectiva do novo Aqueduto de Lisboa que atravessa o Vale de Alcantara
http://purl.pt/4970

Aqueduto das Águas Livres paulo guedes.jpg Aqueduto das Águas Livres, foto de Paulo Guedes, in a.f. C.M.L

Aqueduto das Águas Livres ferreira da cunha.jpg

Aqueduto das Águas Livres, foto de Ferreira da Cunha, in a.f. C.M.L

Mais sobre mim

foto do autor

Calendário

Outubro 2017

D S T Q Q S S
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031

Pesquisar

 

Visitante

Tradutor

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D