Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Paixão por Lisboa

Espaço dedicado a memórias desta cidade

Paixão por Lisboa

Espaço dedicado a memórias desta cidade

A Rainha Santa Isabel e o Padrão do Campo Pequeno

O Padrão simboliza a intervenção da Rainha Santa Isabel no conflito entre seu marido, o rei D. Dinis, e o infante D. Afonso, ficando o episódio conhecido como as “Pazes de Alvalade”, conforme consta na lápide:
"Santa Izabel Rainha de Portvgal mandov collocar este padram neste lvgarem memoria da pasceficacao qve nelle fez entre sev marido El Rei D Dnis e sev filho Dom Afonso 4º estando para se darem batalha na era de 1323."

tendo-lhe sido acrescentado:
"No reinado de D.Carlos I
Sendo ministro da Guerra o General L.A. Pimentel Pinto
Foi restaurado este Padrão
Julho de 1904"
A primeira referência conhecida sobre a localização do Padrão data de 9 de Janeiro de 1760, fornecida pelo pároco Urbano Joze de Melo Pinto da Sylva, da freguesia de S. Sebastião da Pedreira, em resposta ao inquérito régio realizado para avaliação dos estragos resultantes do terramoto de 1755.
Outra referência surge em 1862, no " Archivo pittoresco : semanário illustrado", n.º 44, informando-nos que "Acha-se este padrão e inscripção na estrada do Arco Cego, próximo do Campo Pequeno, em um muro do lado direito...

Em memoria d'este novo accordo, a tanto custo alcançado, mandou a santa rainha collocar n'aquelle logar o padrão, que ainda lá vemos.
É singello, modesto, e até humilde, porém n'essas proprias qualidades encerra mais um merecimento, que o recommenda, pois que n'ellas symbolisa a singeleza dos costumes d'aquelles tempos, e a modestia e humildade do viver da santa fundadora."

Em trabalho publicado em 1993, o IPPAR informa que o padrão foi alvo de alterações que descaracterizaram o monumento. "Aquando da sua deslocação para o actual local (embutido num muro pertencente à Câmara Municipal de Lisboa), foram-lhe retiradas a guarda de ferro, as colunas do capitel e a sua guarnição superior. Apresenta-se hoje como uma coluna singela."
Com a construção do edifício da CGD, foi alterada a sua localização, em cerca de 50 metros.
Em 18 de Julho de 1995 ocorreu a inauguração da estrutura na actual localização.
O Padrão foi classificado como Monumento Nacional através do Decreto-Lei de 16 de Junho de 1910, publicado em Diário do Governo n.º 136, I Série, de 23 de Junho de 1910."

purl 6950.jpg

http://purl.pt/6950/3/

ArquivoPitorescoN44_0005_branca_t0.jpg

Archivo pittoresco : semanário illustrado, 5.º Ano, n.º 44, 1862

ArquivoPitorescoN44_0006_branca_t0.jpg

Archivo pittoresco : semanário illustrado, 5.º Ano, n.º 44, 1862

Padrão da Rainha Santa Isabel, sd, foto de Eduard

Padrão do Campo Pequeno, no local original, s/d, foto de Eduardo Portugal, in a.f. C.M.L.

Padrão comemorativo da intervenção da Rainha Sa

Padrão do Campo Pequeno, no local para onde foi transferido, 1949, foto estúdios Mário Novais, in a.f. C.M.L.

Padrão_do_Campo_Pequeno_7079.jpg

 O que resta do padrão inicial, na nova estrutura, foto in Wikimedia Commons 

Padrão_do_Campo_Pequeno_7084.jpg

 Padrão do Campo Pequeno, foto in Wikimedia Commons 

Mais sobre mim

foto do autor

Calendário

Maio 2017

D S T Q Q S S
123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031

Pesquisar

 

Visitante

Tradutor

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D