Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Paixão por Lisboa

Espaço dedicado a memórias desta cidade

Paixão por Lisboa

Espaço dedicado a memórias desta cidade

A Bica do Regueirão dos Anjos

"A Bica, situava-se na zona do Regueirão dos Anjos, no local onde este é cortado pelo viaduto da Rua Febo Moniz. Incluída nos alicerces da própria ponte, no recanto que dá entrada às escadinhas, esta bica constituía um pitoresco painel da Lisboa antiga.
Sobre o nicho lê-se numa lápide:
ESTAOBRA
MANDOVFAZER
OSENADODACAMA
RAACVSTADOREALD
POVONOANNO D 1636
Traduzindo: O Senado da Câmara mandou fazer esta obra à custa do tesouro público, no ano de 1636.
A construção do viaduto deve ter alterado a posição da primitiva bica, já que, por debaixo desta inscrição está gravada, em cantaria, uma planta que assinala uma topografia diferente da actual."

Adenda, às 19.00 Horas:

Grosso modo, é o que vem escrito na "Revista Municipal". Mas, analizando o atlas da carta topográfica de Lisboa, de 1858, de Filipe Folque, a Bica dos Anjos situava-se bem mais a sul. Situava-se aliás a Sul da própria Igreja dos Anjos (a anterior à actual), dando até nome a uma Travessa ainda hoje existente (Tavessa da Bica aos Anjos).

Pela leitura do livro de Velloso de Andrade, Memória sobre Chafarizes, ficamos a saber que o poço que deu origem à Bica se situava perto da referida Igreja. Contudo nos registos fotográficos existentes, relativos a essa mesma Bica situada na Rua Direita de Arroios, não se vislumbra nenhuma lápide

Existia outra bica, chamada Bica das Fontainhas, em que a data descrita por Velloso de Andrade 1685, não corresponde com a data gravada na lápide 1636.

Correcção:

Não é o que vem escrito, mas o que resultou da minha falta de atenção, na leitura do referido artigo, o artigo refere "Bica do Regueirão dos Anjos", e não Bica dos Anjos.

 

Arco do Regueirão dos Anjos, junto à Rua Febo Mo

Arco do Regueirão dos Anjos, junto à Rua Febo Moniz, 1951, foto de Eduardo Portugal, in a.f. C.M.L.

memoriasobrechaf00vell_0161.jpg

 in "Memoria sobre chafarizes, bicas, fontes, e poços públicos de Lisboa, Belem e muitos logares do termo"

memoriasobrechaf00vell_0162.jpg

in "Memoria sobre chafarizes, bicas, fontes, e poços públicos de Lisboa, Belem e muitos logares do termo"

memoriasobrechaf00vell_0163.jpg

in "Memoria sobre chafarizes, bicas, fontes, e poços públicos de Lisboa, Belem e muitos logares do termo"

memoriasobrechaf00vell_0160.jpg

in "Memoria sobre chafarizes, bicas, fontes, e poços públicos de Lisboa, Belem e muitos logares do termo"

memoriasobrechaf00vell_0161.jpg

in "Memoria sobre chafarizes, bicas, fontes, e poços públicos de Lisboa, Belem e muitos logares do termo"

Regueirão dos Anjos, 1845, foto de Fernando Marti

Regueirão dos Anjos, lápides alusivas à Bica dos Anjos, 1945, foto de Fernando Martinez Pozal, in a.f. C.M.L.

Rua dos Anjos, 1907, foto de Machado & Souza.jpg

 Chafariz da Rua direita dos Anjos, 1907, foto de Machado & Souza, in a.f. C.M.L. Não se vê qualquer lápide.

0001_M (1)1.jpg

Atlas da carta topográfica de Lisboa n.º 28, 1858, de Filipe Folque, in A.M.L.. Com a localização do Chafariz da Rua direita dos Anjos.

0001_M1.jpg

Atlas da carta topográfica de Lisboa n.º 20, 1858, de Filipe Folque, in A.M.L.. Com a localização da Igreja dos Anjos, e a seta que marca o local onde mais tarde se veio a abrir a Rua Febo Moniz

Bibliografia consultada:

"Revista Municipal";

"Memoria sobre chafarizes, bicas, fontes, e poços públicos de Lisboa, Belem e muitos logares do termo"

Comentar:

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Mais sobre mim

foto do autor

Calendário

Setembro 2017

D S T Q Q S S
12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930

Pesquisar

 

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D